Instalação de Paulo Waisberg discute tecnologias obsoletas (Foto: Divulgação)

Começa nesta sexta mais uma edição do Continuum, um encontro entre arte conceitual, arte convencional e novas e velhas tecnologias. Nesta terceira edição, o evento discute a obsolescência da tecnologia e suas consequências. Será realizado entre os dias 23 de março e 1º de abril deste ano, no Paço Alfândega e na Livraria Cultura. Tudo de graça.

Junto com as instalações, mostras de games, experimentos sonoros, debates e oficinas, a terceira edição do Continuum traz em sua programação uma série de filmes da Vivo Arte.mov, uma mostra de vídeos em mídias móveis com trabalhos realizados em diversas partes do país.

O Continuum quer ressignificar o sentido do que é ou não ultrapassado. “O fluxo de informações não para de crescer e as novidades no mundo da cultura digital surgem a todo instante. Desta forma, é natural conviver com produtos, softwares e fenômenos cada vez mais efêmeros e descartáveis”, diz a apresentação. “A obsolescência é um processo natural do consumo tecnológico – ignorado ou pouco discutido -, e por muitas vezes intencional, quando se fala de obsolescência programada como motor de um mercado de consumo que move o planeta”.

“Grandes cabeças do neoliberais estão discutindo hoje a crise mundial do sistema capitalista. O planeta está em exaustão, com acesso à milhões de informações e um consumo muito aquecido. No meio disso tudo, existe muito lixo, produtos cada vez mais efêmeros e descartáveis”, disse o curador do festival Antonio Gutierrez ao blog MundoBit.

O evento terá seminários sobre Gambiologia (MetaReciclagem e reutilização de materiais) e Obsolescência da Informação estão na programação do Continuum, que traz ainda instalações artísticas interativas, a exemplo de Eles Estão Vivos (de Paulo Waisberg) e Obsolescência Programada (de Lucas Bambozzi), que se utilizam de equipamentos que dão vida a projeções, loops sonoros e imagens diferentes.

Jogos clássicos de arcade mundialmente conhecidos como Pac-man, Space Invaders e Super Mario Bros farão parte da Mostra de Games do Continuum ao lado de lançamentos e adaptações destes clássicos para plataformas de XBox 360, Wii e PS3. Na parte de performances sonoras, o Continuum vem apresentando obras de Vivian Caccuri (RJ), Cristiano Figueiró (BA) e 1MPAR (MG).

Sem mais artigos