Fenômeno das eleições norte-americanas, a batalha iconográfica entre os dois candidatos à presidência dos EUA, Barack Obama e John McCain movimenta não apenas os profissionais dos veículos tradicionais (chargistas, cartunistas, etc), mas sim toda a blogosfera. Alguns tem caráter viral, outros são apenas provocativos. O curioso é que, enquanto nas pesquisas de intenção de voto, democratas e republicanos estão praticamente empatados, nesta campanha gráfica o democrata anda levando vantagem. Culpa, talvez, de Sarah Palin, vice da chapa de McCain, que, com seu jeitão de cartum e uma leve antipatia misturada com seu olhar obcecado anda inspirando muitos humoristas.

Obama num estilo Daniel Johnston, feito todo em colagens. Assim como a maioria das charges e ilustrações do candidato democrata, esta também mostra uma imagem positiva, diferente de Sarah Palin e seu colega McCain. (Tirado do Fucking With Jazz Metal).

O blog da editora independente americana Fantagraphics (que publica entre outras coisas, as hqs do Love & Rockets) postou Obama ao lado de um deviant nada amistoso desenhado pelo mestre Jack Kirby.

Criado pelo desenhista Erik Larsen, Savage Dragon caiu de cabeça na campanha de Barack Obama. Os dois estamparam esta capa aí da edição 137 do herói da Image. Dragon, que já foi candidato à presidência dos EUA tempos atrás em seus quadrinhos, decidiu apoiar o atual candidato democrata, maneira mais do que criativa da editora mostrar seu voto aberto. Já Sarah Palin não teve sorte nem com os vilões.

Sarah Palin nocauteando a estátua da liberdade só não é mais impactante do que sua fotomontagem segurando uma pistola. A ilustração é de Zina Saunders.

A New Yorker, talvez a referência quando o quesito é crítica política em imagens, voltou sua atenção à Palin mostrando que seus interesses bélicos é tão próximo da Rússia quanto o Alaska, Estado que governa.

O NYTimes chamou vários cartunistas para mostrarem suas visões políticas dos candidatos à Casa Branca. A mais comentada – e espalhadas em blogs e até na piauí deste mês – é Sarah Palin versão Amy Winehouse. Só troque o vício em drogas por armas.

Uma das poucas charges contra Obama, enumera os pontos em que sua candidatura mais recebe críticas. Retirado do blog republicano linha-dura Lmos World.

Para mostrar o nível de agressividade dos ataques gráficos dos republicanos, esta charge racista relaciona Obama com estereótipos de todo o mal do ocidente: terroristas, nazistas e até Ku-Klux-Klan. Dica do Dan Sieradski.

Os emos com Obama. Dica da nossa colunista Joana Coccarelli.

Sem mais artigos