UMA BOA NOITADA HEAVY METAL
Brujeria e Exodo reuniram “posers” e metaleiros que se dividiam entre curtir a diversão nos polos de promo do festival Abril Pro Rock e o palco literalmente dividido

Por Fernando de Albuquerque
Da Revista O Grito!, no Recife

Fotos Rafael Passos/ Abril Pro Rock

Ninguém para os metaleiros e isso, sem margem para dúvidas é uma máxima. Se ser alguém previsível corrói suas veias e enchem o visual de TODOS eles de malha preta, calça jeans de corte reto, coturnos, cintos de tachinha e por aí vai… uma coisa não se pode negar de forma alguma: o grau de dedicação devotado a suas bandas prediletas é messiânica. E não adianta argumentar. Eles não fingem, não dissimulam. Se jogam em cima do palco, fazem rodas de pogo, gritam como loucos e não negam fogo quando o assunto é cantar junto.

Leia Mais: Abril Pro Rock 2012
Los Hermanos comemoram 15 anos e trazem novidades

Entrevista Los Hermanos: “a energia continua a mesma”

A tradicional segunda noite do Abril Pro Rock é um “ensolarado” cenário dessa devoção ao metal. E não poderia ser diferente quando se tem dois representantes de peso como foi o caso de Brujeria e Exodus.

O Brujeria (Fotos: Rafael Passos)

A primeira é representante legítima do grindcore e trouxe muitas letras “polêmicas” aos palcos recifenses, convocando os participantes do festival a fazerem parte do “exército brejeria”. Além de esbanjar simpatia ao conversarem constantemente com o público eles transformaram o hit “Macarena” em “Marijuana” e fez até quem não gosta bater muito cabelo, dançar na frente do palco.

Já o grupo Exodus (EUA) foi quem coroou a noite do APR. O grupo é um verdadeiro clássico do gênero já que data sua primeira formação dos anos 80 com Gary Holt, que permanece até hoje no grupo. Esse show fez parte da turnê de divulgação do disco Exhibit B: The Human Condition, mas eles também trouxeram músicas de outras fases.

Outro destaque da noite foi a Ratos de Porão, banda importantíssima para a história do APR e que sempre retorna com energia renovada ao festival. Eles criticaram no palco a organização do Metal Open Air, para o qual estavam escalados e que colecionou diversos contratempos, culminando em seu cancelamento oficial ontem.

Brujeria

Ratos de Porão

Sem mais artigos