Para a comemoração dos 30 anos do Festival Des 3 Continents, da cidade de Nantes, a associação Les 3 Continents, a Fundação Joaquim Nabuco, a Prefeitura do Recife e a Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco organizam paralelamente ao ateliê de formação à co-produção internacional – Produire ao Sud (destinado a jovens produtores brasileiros) – uma retrospectiva do Festival des 3 Continents em seus 30 anos, além de uma exposição de 30 cartazes ilustrando 30 edições do festival.

As exibições serão no Cinema da Fundação (Derby) e Cineteatro Apolo (Bairro do Recife), entre os dias 21 e 24/04. Na programação, cerca de 10 títulos da edição passada da mostra francesa, realizada entre 25/11 e 02/12/2008 em Nantes, assim como de edições anteriores. São eles:

24 CITY, de Jia Zhang-ke, China, da Seleção Oficial F3C 2008, Seleção Oficial do Festival de Cannes 2008.

A ERVA DO RATO, de Julio Bressane, Brasil, da Seleção Oficial F3C 2008, seção Orizzonti Mostra de Veneza 2008.

TIRADOR, de Brillante Mendoza, Filipinas, da Seleção Oficial F3C 2008.

ATO DOS HOMENS, de Kiko Goifman, Brasil, da Seleção Montgolfières d’Or 2006.

BAARA, de Souleymane Cissé, Mali, da Seleção Montgolfières d’Or 1978.

ELES NãO USAM BLACK-TIE, de Leon Hirszman, Brasil, Festival de Veneza – Leão de Ouro, Festival de Cannes – Prêmio Especial do Júri da Seleção Montgolfières d’Or da Seleção Montgolfières d’Or 1981.

THE CHASER, de Na Hong-jin, Coréia do Sul , da Seleção A l’heure du Genre, Festival de Cannes (fora de competição, Seleção Oficial) 2008.

SERRAS DA DESORDEM, de Andréa Tonacci, Brasil, da Seleção F3C 2007. O GRÃO, de Petrus Cariry, Brasil, Seleção Continent J 2007.

A cada ano, desde 1979, em Nantes, França, no final do mês de novembro, o Festival des 3 Continents oferece filmes de ficção e documentários oriundos da África, da América Latina e da Ásia.

Sem mais artigos