Por Breno Soares

THE SPLENDOUR

Foto: Divulgação

Estreando com seu álbum Best Way To Make Money os garoros do The Splendour estão apostando na fórmula rock : vocal, guitarra, baixo e bateria. Na banda todos cantam apesar de um ser o vocalista principal.
A turma de Brighton têm em sua formação John Crick (guitarra), Justin Gourlay (principal vocalista) Sam Beer-Pearce (bateria) e Greg Houghton (baixo).
Em sua página do myspace os garotos se definem como “um brit-pop stokes com guitarras elétricas angulares e vocais de fundo metalizados”.
Em suas influências declaradas estão artistas como: Cake, Red Hot Chilli Peppers, Frank Zappa, The Stooges, Kinks, Beck, entre outros.
Para ouvir e ler mais sobre a banda, confiram no site deles no myspace: www.myspace.com/thesplendourband.
No momento a Banda trabalha se prepara para lançar o segundo single, Money, de seu disco de estréia.

THE CHAKRAS

Foto: Divulgação

Essa banda Irlandesa teve seu álbum de estréia lançado dia 14 de Junho no Reino Unido, apenas nas formas digitais disponíveis.
O som desses Irlandeses lembra bandas como Mew, que tem uma pitada dream pop misturado com um som psicodélico e vocal mais agudo que grave e deliciosa levada de guitarra.
A banda rotula-se de Psychedelic, Indie, Rock.
Seus componentes são: Rocky (vocal), Gordo (guitarra e vocal), Richie (guitarra), Pepper (teclados, harmônio e carrilhão), Kane (baixo e vocal) e Oz (bateria)
No site da banda pode-se encontrar mais informações: www.thechakras.net. Para ouvir a banda é só passar no myspace deles e conferir a ótima “We The People”

TRAMP ATTACK

Foto: Divulgação

A Inglaterra por excelência é um celeiro de bandas novas e que se costuma rotular de alternativo. Algumas cidades têm uma característica bem particular de serem exportadoras de bandas como Manchester, a própria Londres e, claro, Liverpool.
O Tramp Attack não segue os passos dos que lançaram Liverpool ao mundo, mas estão aí para mostrar a qualidade sonora que se é esperado de uma banda saída de uma cidade como essas.
A banda saiu com seu primeiro álbum a pouquíssimo tempo. O disco é intitulado Attack Attack Attack.
O que mais se tem visto falando dessa nova banda é que o que seu álbum de estréia tem de curto, pouco mais de 30 minutos, tem de bom. Todos que ouvem ficam com o gosto de quero mais.
Um disco simples que fala das coisas simples da vida em seu dia-a-dia.
Para ouvir o Tramp Attack: www.myspace.com/trampattack

GLASVEGAS

Foto: Divulgação

Daddy’s Gonne é o primeiro single do disco de estréia do Glasvegas. Com melodias para corações partidos essa banda da Escócia flerta com o som dos anos 50 e se declaram influenciados por artistas como Elvis Presley, Spectorism e 62 Lily Street.
Apesar da banda não se achar parecida com nenhum outro tipo de banda, eles mesmo flertando com os anos 50 tem uma sonoridade que traz elementos dos anos 80, algumas músicas simples apenas com um violão e um acompanhamento tímido ao fundo e outras com alguns elementos eletrônicos bem sutis.
A banda é formada por Jack Russell (vocais e guitarra), The Ships Cat (guitarra/ banjo e vocais), Mr. Bravestar (baixo e vocais), The Son of John (bateria e vocais) e Antoine Deschamps (teclado).
Para ouvir uma amostra da músicas do glasvegas, que não as dispinilizou por completo como a maioria das bandas, basta passar pelo myspace deles e dar uma ouvida. No ótimo site da banda, mas parecendo de uma banda profissional antiga, você pode conferir mais informações da banda, ver vídeos e pegar os links para outros materiais dele como youtube.
Glasvegas é formado por: James Allan (vocal), Rab Allan (guitarra), Paul Donoghue (baixo), Caroline McKay (bateria)

Sem mais artigos