Grande intérprete da música brasileira, Célia ganhou destaque no início da década de 1970 com a expressividade da sua voz de tom grave. Falecida em 2017, a cantora deixou sua marca registrada na discografia nacional. Após ser apresentada, em 1970, no programa de TV “Um Instante, Maestro”, de Flávio Cavalcanti, ela lançou seu primeiro álbum, homônimo, em 1971. O disco volta às prateleiras, em vinil de 180 de gramas, pela coleção “Clássicos em Vinil”, da Polysom, em parceria com a Warner Music.

A estreia de Célia teve produção de Pocho Pérez e traz 11 canções de importantes compositores da MPB, entre eles Synval Silva no grande destaque do disco, “Adeus Batucada”. Joyce assina três músicas: “Blues”, “To Be” e “Abrace Paul McCartney Por Mim”. A cantora também interpreta “Para Lennon e McCartney” (Lô Borges/Márcio Borges/Fernando Brandt). Os arranjos foram divididos entre um grande time de maestros, formado pelo produtor Pérez, Arthur Verocai, Rogério Duprat e José Briamonte.

Sem mais artigos