O inglês Matthew Guy é um estudante de comunicação visual que encontrou um jeito bem submisso de chamar atenção para o seu trabalho: ele faz tudo o que você quiser. Ele chora, grita, rola no chão, se finge de morto. O projeto de tamagotchi humano de Matthew é o http://www.subservientgraduate.com/.

Na casa dos 20 anos, o estudante com cara, cabelo, roupas e tênis de emo filmou vários vídeos em que ele aparece em situações variadas. Quando você entra na página e digita, por exemplo, “sit down”, Matthew senta no sofá. Ele também assiste televisão, toca guitarra e penteia o cabelo (com gosto!). Se você pedir para ele ir embora, ele vai. Entre outros trabalhos, Matthew criou uma versão em vídeo de O Hobbit – livro de J.R.R. Tolkien, mesmo autor de O Senhor dos Anéis – em apenas 40 segundos

E já que estamos falando de emos, já está na web o clipe da versão de Beat it feita pelo Fall Out Boy. Peter Wentz e companhia disseram que ligaram diversas vezes para Michael Jackson, para que ele participasse do vídeo, mas o astro dispensou a “homenagem”.

De onde vem esse cheiro?

Não sei se isso é uma notícia boa ou não, mas nesta semana duas empresas alemãs patentearam uma tecnologia que permite enviar cheiros por meio de mensagens de celular. O sistema trabalha com 100 essências pré–definidas em um chip, que podem se combiner entre si, dependendo do que o usuário quiser. A tecnologia ainda está sendo aperfeiçoada e não há previsão de quando deve estar disponível no mercado.

Google Ocean

Todo mundo sabe que o Cérebro e o Google querem dominar o mundo. Ao que parece, Cérebro está cada vez mais atrás nesta disputa. Depois de mapear a terra (Google Earth, Google Maps) e o céu (Google Sky), a empresa de Mountain View agora se dedica a conhecer as profundezas dos oceanos. O Google Ocean vai ter um detalhado mapa da topografia dos mares, além de fotos em alta resolução de recifes de corais, rochas e tudo mais que as câmeras conseguirem captar.

Relógio

Para quem gosta de designs divertidos e originais, o site Yanko Design é um prato cheio. Uma das peças é a foto aí de baixo. E não, não é o que você está pensando. Para que a peça faça algum sentido é necessário enfiar algum objeto – não, não é o que você está pensando – nos dois buraquinhos do objeto. Um mais curto em hour e um mais comprido em minutes. Depois é só dar corda e…Voilà! Temos um relógio de parede, que pode mudar de aparência quantas vezes o dono quiser. Mais original, impossível.

Tom Waits

E a sensação nesta semana que passou foi mesmo o primeiro vídeo do álbum da sempre linda Scarlett Johansson. Com um repertório todo de músicas de Tom Waits, o álbum conta com a participação de David Bowie e até agora a primeira música, Falling Down, divide opiniões.

——
Carol Santos é jornalista. Escreve nesse espaço sobre internet, tecnologia e o que mais seu radar pop encontrar pela rede.

Sem mais artigos