Fotos: Flora Pimentel/Divulgação

Fotos: Flora Pimentel/Divulgação

Edição deste ano teve Tulipa Ruiz, Lia Sophia, Marcelo Jeneci e FAFÁ DE BELÉM (assim, em caps lock!)

O Quanta Ladeira mais uma vez trouxe o maior público do festival Rec Beat (e um dos maiores do Carnaval todo, possivelmente), neste domingo (10), no Cais da Alfândega, Recife Antigo. O bloco que concentra, mas não sai reúne músicos pernambucanos e convidados para fazer paródia de sucessos da música brasileira. Tudo com muita putaria e escracho (e obssessão pelo cu). Deram check-in este ano: Vitor Araújo, Tulipa Ruiz, China, Marcelo Jeneci, Lia Sophia, o apresentador Hugo Estevez e Fafá de Belém, musa do bloco que tem até uma música só sua (“Fafá eu quero mamar, dá essa teta”).

Leia Mais:
Primeiro dia de Rec Beat teve punk rock de Karina Buhr
Algumas notas sobre o Galo
Abertura alter­nou mor­ga­ção no Marco Zero
Marchinhas de Carnaval nerds
Guia pop do Carnaval de Recife e Olinda
Os melho­res blo­cos para acompanhar

O Quanta, comandado por Lula Queiroga, renovou o repertório agora que uma nova gestão chega à prefeitura da cidade. Por isso, o atual prefeito Geraldo Júlio foi lembrado mais de uma vez nas tirações de onda no palco. Quem levou a maior alfinetada foi a Fundarpe, que este ano foi acusada de dar tratamento desfavorável aos músicos pernambucanos no Carnaval e de atrasar cachês. Outros pontos altos: a paródia com o UFC, com os lindos (!) versos “dois homens agarrados, cheiram rola, coisa linda de se ver”, no ritmo de “Alma Gêmea”, de Fábio Jr.

A noite ainda teve espaço para lembrar de Renan Calheiros, Joaquim Barbosa, Lula, Malafaia, entre outros. Sem falar nos clássicos do bloco, como “pra eu comer teu cu, falta uma tonelada”, entre outros ditos em coro. O mais legal desta edição, certeza absoluta, foi a presença de Fafá de Belém, que dá volume à zorra e tem uma voz que alcança toda a multidão, sozinha. E só mesmo ela, toda diva, a saber tirar onda de si mesma. Tulipa Ruiz, que subiu ao palco empolgada, parece não ter aguentado a brincadeira pesada, e pediu para sair.

O Quanta Ladeira confirmou por mais uma ano ser uma das melhores coisas do Carnaval do Recife Antigo.

dom5

dom4

dom3

dom

Sem mais artigos