A Panini relança este mês Camelot 3000, um clássico da DC Comics escrita por Mike W. Barr e desenhada por Brian Bolland. A edição de luxo terá 320 páginas, capa dura e contará com extras de Bolland e uma nova introdução.

Leia Mais
Veja a resenha de Camelot 3000

A obra reimagina o reinado do Rei Arthur, um clássico da literatura inglesa, em um futuro onde a humanidade enfrenta uma invasão alienígena.

Diz a sinopse: Subjugados pela tecnologia superior dos invasores, a humanidade está à beira do fim quando um jovem descobre sem querer uma antiga sepultura sob Glastonbury Tor e desperta o há muito adormecido Arthur Pendragon. De volta à vida, o rei do passado e do futuro convoca seus antigos aliados – alguns muito diferentes do que ele se lembrava – e prepara-se para reunir seus cavaleiros ao redor da Távola Redonda uma vez mais e enviar os pretensos conquistadores de volta para o espaço.

Mas o mundo é muito diferente do antigo habitado por Arthur e está repleto de novos terrores tecnológicos e ameaças nunca visitas. Mesmo que o rei empunhe a poderosa espada Excalibur para liderar a resistência humana, ainda restam dúvidas se isso será suficiente para enfrentar o desafio ou se os mesmo inimigos que já conspiram contra o grupo finalmente aproveitarão a chance para destruir a Távola Redonda de uma vez por todas!

A Panini já lançou a obra anteriormente, em um encadernado de luxo em 2010. A HQ saiu pela primeira vez no Brasil entre 1984 e 85, na revista mensal do Batman, pela editora Abril. Depois foi lançada como uma minissérie em quatro partes em 1989 e em 2005 ganhou um encadernado pela Mythos.

A HQ é uma boa pedida para quem gosta de aventuras de capa e espada, mas com um toque original de retrofuturismo. E a arte de Bolland está incrível nessa história.

A nova edição custa R$ 82 e está em pré-venda.

Sem mais artigos