Mesmo que sem querer, todo ator acaba entrando no mundo da política na época das eleições americanas. O ator americano Brad Pitt, por exemplo, resolveu ser mais generoso este ano e doou US$ 100 mil aos partidários do casamento entre homossexuais na Califórnia, diante do referendo que busca proibir estas uniões, revelou o periódico “Los Angeles Times”.

Os casamentos entre pessoas do mesmo sexo são legais na Califórnia desde junho, quando entrou em vigor uma decisão da Suprema Corte estadual modificando o código civil, mas os adversários da medida conseguiram reunir as assinaturas necessárias para organizar um referendo sobre o caso.

Sem mais artigos