dylan

venceu o Nobel de Literatura, para surpresa de todos. O anúncio foi feito nesta quinta (13), em Estocolmo. O músico era o preferido do público e chegou a aparecer em bolsas de apostas, mas sempre como azarão.

Dylan venceu o prêmio, o mais importante da área no mundo, “por ter criado novas expressões poéticas dentro da grande tradicional canção americana”. O autor ganha ainda 8 milhões de coroas suecas (R$ 3,7 milhões de reais). Dylan torna-se o primeiro americano a vencer o Nobel desde Toni Morrison, em 1993.

Entre os favoritos para o prêmio este ano estavam o escritor queniano Ngugi wa Thiong’o, o poeta sírio Adonis e o japonês best-seller Haruki Murakami. Os americanos Don DeLillo, Philip Roth e Joyce Carol Oates também eram cotados, mas com menos força. Em 2015 a bielorrussa Svetlana Alexievitch venceu o título e em 2014 foi o francês Patrick Modiano.

Dylan já escreveu dois livros, Tarântula, de 1966 (saiu no Brasil em 1986) e Crônicas Vol. 1, com suas memórias, lançada em 2005.

Nascido Robert Allen Zimmerman, em Duluth, Minessota, em 24 de maio de 1941, Dylan tornou-se um dos mais importantes músicos da América. Sua produção iniciou nos anos 1960, bastante influenciado pelo cancioneiro popular norte-americano.

Veja o vídeo do anúncio:

Sem mais artigos