blackalien

lançou o clipe “Homem de Família”, uma das melhores faixas do seu segundo disco solo, Babylon by Gus vol. II – No Princípio Era o Verbo. Alien contou com a participação especial de Fabiano Gold e Diego Martins, intérpretes de Libras há mais de 10 anos para que pudessem traduzir trechos das músicas. Há também a participação do estudante de designer Bruno Canuto Silva, deficiente auditivo e do renomado b.boy Pelezinho.

A proposta do clipe foi trabalhar sem luzes de preenchimento, apenas com luzes coloridas e que refletissem pelas laterais. “O nosso maior desafio foi criar uma nova forma de trabalhar. Geralmente, quando a pessoa precisa dançar no clipe, a gente solta um playback para que ela dance ou faça uma coreografia no ritmo. Com Bruno Canuto Silva, que é deficiente auditivo, a estratégia tinha que ser outra e foi uma experiência incrível desenvolver essa nova dinâmica de edição e montagem”, disse Lecuk Ishida diretor do clipe ao lado de Diego Querzoli e Drico Mello.

Black Alien vem tentando tornar seu trabalho mais inclusivo há alguns anos. Na turnê do novo disco ele levou Fabiano Gold, tradutor de libras há quinze anos, para acompanhá-lo e fazer a tradução de todas as músicas do show. Isso fez com que aumentasse o número de deficientes auditivos a cada apresentação.

A faixa “Homem de Família” fala de paternidade e os desafios de educar os filhos longe da violência e do preconceito. Veja o clipe:

blackalien2

Sem mais artigos