Atualização: o disco já está disponível em todas as plataformas de streaming e não apenas no Tidal. (16h53, 18/06/18)

O rumor já era antigo, mas agora finalmente tornou-se oficial. Beyoncé e Jay-Z lançaram neste sábado (16) um disco surpresa, Everything Is Love. O trabalho só pode ser ouvido em todas as plataformas de streaming. Além disso, os Carters divulgaram ainda o clipe da faixa “APESHIT”, além de uma faixa-bônus “SALUD!”, que não faz parte do projeto.

O clipe de “APESHIT” é dirigido por Ricky Saiz e mostra o casal no Louvre, na França, em meio às muitas obras de arte do local.

A música é cheia de diretas ao próprio showbiz, que esnoba artistas do tamanho de Beyoncé e Jay-Z, muito por conta do racismo. É o caso dos Grammys, onde artistas negros são elencados na categoria “melhor álbum urbano” e sempre perdem a principal categoria, “melhor álbum”, em detrimento de artistas brancos com pouco ou quase nenhuma inovação. Beyoncé perdeu esse prêmio mais de uma vez e uma delas com Lemonade, um clássico recente sobre empoderamento e racismo nos EUA.

Jay-Z faz referência à premiação na parte da letra que diz “Tell the Grammys fuck that 0 for 8 shit” (diga ao Grammy para se fuder com aquela merda de 0 de 8). No ano passado, Jay foi o artista mais indicado, com oito nomeações, mas voltou pra casa sem nenhum troféu. Na faixa ele também confirma que recusou um convite para se apresentar no intervalo do Super Bowl. “I Said no to the Super Bowl / You need me, I don’t need you” (eu disse não ao Super Bowl / Vocês precisam de mim, eu não preciso de vocês).

“APESHIT” tem participação de Migos e Pharrel, além de produção de Cool & Dre. Já “SALUD” tem participação de Blue Ivy, filha mais velha do casal.

Na faixa “NICE”, Beyoncé se garante no rap onde dispara contra o Spotify. “If I gave two fucks about streaming numbers woulda put Lemonade up on Spotify. Fuck you” (se eu desse a mínima para números de streaming eu teria subido o Lemonade no Spotify. Fodam-se).

A capa do disco. (Divulgação).

Essas referências aos meandros da indústria do entretenimento atingem diversos artistas, mas poucos são abertos a falar sobre o assunto, por isso o casal Carter quebra um paradigma aqui. O Tidal, serviço de streaming que tem como um dos donos o próprio Jay-Z, chegou para driblar a hegemonia do Spotify. Segundo muitos músicos, como Björk e Thom Yorke, o serviço remunera mal os criadores.

Everything Is Love também traz diversas referências à vida pessoal do casal e surge como o fim de uma trilogia sobre relacionamentos. Em Lemonade Beyoncé revela a traição de seu marido e em 4:44 Jay-Z faz um pedido público de desculpa. Esse novo álbum surge como uma reconciliação. Em entrevista ao New York Times, Jay-Z falou da importância de trabalharem juntos. “Nós usamos nossa arte quase como uma sessão de terapia. E começamos a fazer músicas juntos”, disse.

Como uma matrioska, o novo trabalho desses dois artistas se revelam aos poucos (e apontam para muitos caminhos), mas a primeira impressão que se tem é que se trata de mais um trabalho impressionante.

Ouça o disco:

Sem mais artigos