Belo Jardim, que não tem salas de cinema, vai ter um festival competitivo. (Foto: Divulgação).

Belo Jardim, que não tem salas de cinema, vai ter um festival competitivo. (Foto: Divulgação).

Pela primeira vez, o município de Belo Jardim, no Agreste pernambucano, vai ter um festival de cinema. O Cine Jardim, acontece de 20 a 24 de maio e exibir cerca de 100 filmes, entre nacionais e internacionais. O evento é gratuito e tem caráter competitivo, premiando curtas e longa-metragem. A programação contará ainda com três mostras informativas com os seguintes eixos temáticos: diversidade sexual, ambiental e social.

As exibições acontecerão no Cine Teatro Cultura, na Praça Jorge Aleixo, com cinco sessões diárias. “Boa parte dos festivais de cinema de Pernambucano está concentrada na capital. É preciso criar mecanismos de interiorização do cinema nas cidades onde não existem qualquer possibilidade de exibição de filmes”, disse Leo Tabosa, diretor executivo do Cine Jardim, escritor e gestor cultural da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap).

Cena de A Dama do Estácio, com Fernanda Montenegro. (Divulgação).

Cena de A Dama do Estácio, com Fernanda Montenegro. (Divulgação).

Ao todo, 562 filmes se inscreveram para participar do festival. Ao final, quase 100 foram selecionados, entre nacionais e internacionais. Na programação, nomes de vários Estados do Brasil e de países como França, Espanha, Cingapura, Coreia do Sul, Portugal, Itália, Polônia e Eslováquia. Serão exibidos títulos como A dama do Estácio, de Eduardo Ades (RJ), com Fernanda Montenegro; L’envol, de Hajime Kimura; L3.0, de Alexis Decelle, Cyril Declerq, Vincent Defour e Pierre Jury; La valse mécanique, de Julien dy Kmans; e Louis, de Violaine Pasquet – estes últimos todos de animação da França. A programação completa está no site oficial.

Sem mais artigos