Um final de semana de resistência em Olinda. Spray, stencil, poesia, debate, lambe-lambe, cartaz e microfone aberto fazem parte das atividades que pedem a liberdade do ex-presidente Lula, preso atualmente em Curitiba.

O encontro organizado por um grupo de artistas vai protestar contra o golpe e pedir a soltura de Lula. O evento será onde funcionava A Casa do Cachorro Preto, rua treze de maio, 99, Olinda. Na sexta feira (27) tem o DJ Ari no Sana Beer com uma seleção de músicas de resistência. No sábado (28), a partir das 16h, acontecem oficinas de spray, stêncil, serigrafias, com o músico Niero e seu repertório cheio de simbologias de protesto.

O convite feito aos artistas é para que cada um traga uma mostra de suas técnicas e repasse para quem quer sair ir para as ruas se expressar. Quem levar sua camiseta ou bandeira poderá estampar uma ilustração de Raoni Assis que também estará disponível para mostrar o uso do spray e a confecção de um cartaz. O quadrinista e conhecido painelista de grafite Shiko (PB) também confirmou presença com seu arsenal de tintas e pincéis.

Raul Córdula, artista e crítico de arte, fez um lindo desenho para aplicar nas peças. A Casa também estará recebendo Alex Bispo (BA), que assina a grife de camisetas e serigrafias Crioula. Outros artistas locais também confirmaram participação. E no domingo (29) o microfone continua aberto para poesias, músicas e falas.

Durante o evento o microfone estará aberto para falas de lideranças e pessoas que desejarem discursar sobre o momento político que vive o país.

A Casa do Cachorro Preto fica na Rua Treze de Maio, 99 – Cidade Alta – Olinda PE.

Shiko é um dos nomes das HQs presentes no dia (Foto: Rafael Roncato/Divulgação)

Sem mais artigos