TODO TRABALHADO NA GAMBIARRA
Apanhador Só lança novo disco com novas versões do elogiado primeiro trabalho

Por Paulo Floro
Da Revista O Grito!

A banda de Porto Alegre Apanhador Só já conquistou os corações de quem gostava de música pop, mas não abre mão de uma produção bem caprichada. O disco homônimo lançado ano passado figurou em diversas listas de melhores do ano, inclusive aqui na Revista O Grito!. Ainda colhendo frutos de uma relevância conquistada através da repercussão do álbum, o grupo lança em 2011 mais um trabalho para endossar os louros. Trata-se de um trabalho de desconstrução, utilizando material de sucata e reciclado para dar nova roupagem às canções.
_
Faça o download do disco Acústico e Sucateiro

Quem gostou do disco anterior vai curtir os novos arranjos e versões para músicas como “Nescafé”, “Prédio” e “Bem-Me-Leve”. É essa a proposta de Acústico e Sucateiro que a banda coloca em download gratuito através de seu site oficial. A banda afirmou que utilizou materiais facilmente encontrados, como uma gaiola, ralador, isqueiro, sacolas plásticas e sinos. Em “Um Rei e o Zé”, o grupo utilizou até mesmo uma máquina de lavar.

É o projeto mais experimental de uma banda que se fez interessante justamente por trazer um pop simpes e bem executado. Mas o disco não se trata de uma proposta radical. Ainda que não tenha sido utilizado um estúdio profissional e impere o estilo “gambiarra sonora”, o instrumental ainda está muito presente. Algumas músicas ganharam uma remodelação, como “Maria Augusta”, cantada em ritmo de funk carioca. Outras trazem mais um reforço de barulhinhos eletrônicos.

Uma leitura rápida na proposta do álbum pode dar uma falsa ideia de elucubrações no estilo Mike Patton, mas — suspiro — Acústico e Sucateiro é apenas um novo ângulo para músicas que deram tão certo. O desafio foi alcançado e o grupo ainda pode levar novos fãs nessa brincadeira.

NOTA: 8,0

APANHADOR SÓ
Acústico e Sucateiro
[Independente, 2011]

Sem mais artigos