Cinco anos após sua última turnê “Carioca”, sucesso em várias capitais do país, que ganhou um registro em CD e DVD, Chico Buarque anuncia o show de lançamento de seu mais novo CD, Chico, que já vendeu mais de 80 mil cópias. Com duração de aproximadamente 90 minutos, o roteiro é todo construído ao redor das canções que compõem o álbum.

Além delas, o artista vasculhou os mais de 400 títulos de sua obra para chegar à lista final de 28 músicas. O resultado é um show pautado por canções de todas as fases de sua carreira, do início dos anos 60 até hoje, amarradas entre si por afinidades musicais ou temáticas. Entre elas, está “Geni” e o “Zepelim”, composta para a peça Ópera do Malandro.

Leia Mais: Chico Buarque
Leia a crítica do disco novo, Chico

Cinco capitais no eixo Sul-Sudeste já estão com datas marcadas. O público de Recife, que teve 4 dias de espetáculo com ingressos vendidos em tempo recorde em 2006, aguarda que uma produtora se interesse em trazer o artista para cá. Espera-se que a empresa atente para não comenter os erros da última vez, quando houveram imensas filas e atrasos, com pessoas idosas na fila e uma política frouxa para previnir cambistas.

A expectativa em torno do setlist também é grande, com a esperança de inclusão de alguns clássicos como “Roda Viva”, “Construção” e “Olhos nos Olhos”. Resta esperar o show de Belo Horizonte, marcado para 5 de novembro. Assista ao depoimento de Chico, falando sobre detalhes da nova turnê.

Sem mais artigos