Antony and the Johnsons com e Oregon Symphony (Foto: Nilina)

THE SAME BOY
Novo disco do Antony & The Johnsons se assemelha a uma continuação menos genial de I Am a Bird Now
Por Fernando de Albuquerque

ANTONY & THE JOHNSONS
The Crying Lights
[Secretly Canadian, 2008]

Antony Hegarty e os seus Johnsons está de disco novo. Mas semelhanças à parte, The Crying Lights mais parece um volume dois de seu álbum anterior I Am a Bird Now , editado sete anos atrás, do que um poço de novidades recém saídas do forno. Dedicado ao bailarino de butô Kazuo Ohno, o álbum traz 10 temas que vão fundo na dramaticidade e preenchem, com muita facilidade, aqueles dias bem soturnos. Ideal para um domingo com dor de cotovelo.

I Am a Bird Now representou a consagração de Antony, que gravou com artistas como Björk e CocoRosie e também emprestou sua voz a um dos maiores sucessos das pistas de 2008, a música “Blind”, do coletivo Hercules and Love Affair. Fez e recebeu ótimas contribuições com Lou Reed, Boy George, Rufus Wainwright e Devendra Banhart. O sucesso foi bom, foi grande e ele não parece querer deixar isso para trás.

Assim como seu trabalho anterior, piano, cordas, sopros e uma bateria discreta são as poucas sonoridades usadas para acompanhar sua voz sem comparação. E as letras mantem a mesma linha predecessora confirmando a vocação para a tristeza e a completa reclusão. Tudo isso é culpa do compositor Nico Muhly que acompanha Antony na jornada de composição de The Crying Lights.

“Her Eyes Are Underneath the Ground”, “Epilepsy Is Dancing” e “One Dove” são as músicas mais sobrias do disco que ganha tons menos old school lá pela sétima faixa. “Daylight and the Sun”, “Aeon” (a única com guitarras) são os principais exemplos dessa pequena animosidade que o gordinho inglês canta como se tivesse, finalmente, conseguido um amor qualquer. Romantismo forte mesmo só em “Everglade”, com cordas e sopros ao fundo. Aqui ele consagra seu próprio coração com “My body stops crying for home / My limbs stop weeping for home”.

NOTA: 7,0

Another World

Sem mais artigos