Mesmo sem poder comparecer à festa por falta de visto aos EUA, foi a cantora britânica Amy Winehouse que mais levou prêmios na 50ª edição do Grammy, realizado neste domingo (10), em Los Angeles. Amy levou cinco troféus dos seis prêmios que disputava: gravação do ano, canção do ano, artista revelação, melhor interpretação vocal pop feminina e melhor álbum pop vocal.

Em segundo com quatro prêmios,ficou o rapper Kanye West, artista com maior número de indicações: oito. O rapper venceu em melhor interpretação solo de rap, melhor interpretação de rap em dupla ou grupo (colaboração com o rapper Common), melhor canção de rap (prêmio dado aos compositores) e melhor álbum de rap.

Como prometido, Amy fez seu show via satélite direto de Londres, para alegria dos fãs e quebra do modelo da conservadora festa musical. Ela cantou duas músicas: “You Know I’m no Good” e o sucesso “Rehab”.

Gilberto Gil, Céu e Bebel Gilberto, que disputavam o prêmio de melhor disco de world music contemporânea, foram vencidos pela cantora do Benin Angélique Kidjo.

Amy, cantando de Londres:

Confira a lista dos principais vencedores.

Gravação do Ano: “Rehab”, de Amy Winehouse.
Álbum do Ano: “River: The Joni Letters”, de Herbie Hancock.
Canção do Ano: “Rehab”, de Amy Winehouse.
Artista Revelação: Amy Winehouse.
Álbum de Pop Instrumental: “The Mix-Up”, dos Beastie Boys.
Álbum de Pop Vocal: “Back To Black”, de Amy Winehouse.
Gravação de Dance: “LoveStoned/I Think She Knows”, de Justin Timberlake.
Álbum de Electrônica/Dance: “We Are The Night”, de The Chemical Brothers.
Álbum de Pop Vocal Tradicional: “Call Me Irresponsible”, de Michael Bublé.
Canção de Rock: “Rádio Nowhere”, de Bruce Springsteen (do álbum “Magic”).
Álbum de Rock: “Echoes, Silence, Patience and Grace”, do Foo Fighters.
Álbum de Música Alternativa: “Icky Thump”, de The White Stripes.
Canção de R&B: “No One”, de Dirty Harry, Kerry Brothers e Alicia Keys.
Álbum de R&B: “Funk This”, de Chaka Khan.
Canção de Rap: “Good Life”, de Aldrin Davis, Mike Dean, Faheem Najm e Kanye West.
Álbum de Rap: “Graduation”, de Kanye West.
Álbum de Country: “These Days”, de Vince Gill.
Álbum de Pop Latino: “El tren de los momentos”, de Alejandro Sanz.
Álbum de Rock Latino ou Alternativo: “No hay espacio”, de Black:Guayaba.
Álbum Latino Urbano: “Residente o visitante”, de Calle 13.
Álbum Latino Tropical: “La llave de mi corazón”, de Juan Luis Guerra.
Álbum Mexicano ou México-Americano: “100% Mexicano”, de Pepe Aguilar.
Álbum Texano: “Before The Next Teardrop Falls”, de Little Joe & La Familia.
Álbum Nortista: “Detalles y emociones”, de Los Tigres del Norte.
Álbum de Banda: “Te va a gustar”, de El Chapo.
Álbum de Blues Contemporâneo: “The Road to Escondido”, de J. Cale e Eric Clapton.
Álbum de Reggae: “Mind Control”, de Stephen Marley.
Trilha Sonora: “Ratatouille”, de Michael Giacchino.

A lista completa está disponível em www.grammy.com.

Sem mais artigos