Começa nesta quarta, a próxima exposição da Sala Recife: Os Presentes da Vida, de Nikolaus A. Nessler. A abertura será às 19h. Natural de Frankfurt, o artista plástico, designer, professor e curador concede um novo valor a imagens retiradas da TV (screenshots), realçando suas emoções ao fazer pinturas a partir delas.

Nessler vem elaborando há alguns meses a série Os Presentes da Vida. A maior parte do trabalho foi de observação, selecionando as imagens que mais lhe chamaram a atenção. Só então partiu para um trabalho de pintura digital com a utilização de tinta chinesa e posterior impressão em papel também chinês ou japonês, ambos caracterizados por serem bem finos.

“Quando estou assistindo TV acontece de algumas imagens chamarem minha atenção. Como meu aparelho de TV permite pausar e rebobinar os quadros, faço uma cópia e arquivo-os. Depois, descubro que tipo de sensação me desafiou a guardar aquelas imagens. Muitas têm a ver com pessoas, gestos, olhares, atitudes, circunstâncias. Eu preciso sentir uma forte emoção para guardá-las. E a única coisa que faço é dar uma nova cor”, resume Nessler.

“TV é TV. Você pode torná-la melhor ou pior. Pode criticá-la 24 horas por dia sem descanso. Os veículos de comunicação em massa têm como objetivo informar, entreter e manipular as massas. Mas veja que maravilha: a manipulação não funciona todo o tempo. Os produtores não conseguem evitar mostrar imagens da vida real. O que eu faço é espiar essas imagens como um caçador. Se vejo algo que se assemelhe à vida real, ao ser humano, coisas que eu acredito, eu retiro-as e as coloco em outro tipo de quadro. Como se estivesse colocando-as em um barco salva-vidas”, disse Nessler, via assessoria.

Sem mais artigos