Foto: Divulgação.

Foto: Alexandre Costa/Divulgação.

A banda Aldan, de Belo Horizonte, inicia uma nova fase com o lançamento do terceiro disco, Pode Ser Que Daqui a Algum Tempo Eu Tenha 30, onde experimentam nova sonoridade.

Neste terceiro trabalho, a Aldan se debruça sobre a maturidade e mergulha em questões existenciais, entre detergentes baratos e uma espécie de tensão nonsense. São muitos os dilemas, mas nenhum tão pesado quanto ter uma pia de pratos para lavar. O humor segue ditando a proposta musical do grupo, que traz agora experimentações eletrônicas. “Poder ser que daqui a algum tempo eu tenha 30 / Vai saber se vou querer seus seios ou a sua companhia?”, diz a faixa-título.

Neste primeiro disco conceitual, a banda apresenta uma série de novidades que praticamente reinventam sua sonoridade. Além do básico baixo-guitarra-bateria-e-voz, eles introduzem processadores vocais, violões de nylon, sintetizadores, entre outras surpresas.

O álbum foi gravado entre vários estúdios de Belo Horizonte por Fernando Bones, Lucas Mortimer e Fabrício Galvani, este último responsável pela mixagem e masterização. A produção é assinada pelos integrantes Fernando Bones (baixo e voz) e Marcus Vinícius Evaristo (guitarra e voz), com arranjos assinados pela banda, que conta também com Bruno Carlos (bateria e voz) e Davi Brêtas (guitarra).

Ouça o disco:

Sem mais artigos