“Agora Sim” é prioritariamente sensorial: a imagem que não cabe em si por conta de tantas texturas criadas pelas imagens sobrepostas.

LEIA MAIS NO CULTURA CLIPE

Sem mais artigos