Renato, à esquerda, tocou nos três primeiros discos da Legião. (Divulgação).

Renato, à esquerda, tocou nos três primeiros discos da Legião. (Divulgação).

O músico , ex-baixista da Legião Urbana, foi encontrado morto neste domingo (22), em um hotel no Guarujá, litoral de São Paulo. Rocha tinha 53 anos.

O músico, também conhecido como Renato Negrete, era parte da formação inicial da e tocou nos três primeiros álbuns da . Ele tinha problemas com drogas assumido em diversas entrevistas ao longo dos anos. Ele voltou aos palco no ano passado após o convite para participar do projeto Urbana Legion, onde tocou sucessos da Legião.

De acordo com o G1, a Polícia Militar encontrou o corpo enconstado na porta de um hotel no bairro de Enseada, no Guarujá, às 8h30. O Instituto de Medicina Legal (IML) caracterizou a morte como parada cardíaca. O delegado Caio Azevedo de Menezes, que cuida do caso, afirmou que Rocha estava internado em uma clínica de reabilitação de dependentes químicos em Cotia, na Grande São Paulo.

O músico deixa um casal de filhos.

Sem mais artigos