Tom Verlaine, ícone punk (Foto: Stefano Giovannini/Divulgação)

Tom Verlaine, ícone punk (Foto: Stefano Giovannini/Divulgação)

Um dos mais longevos festivais de música do Brasil, o , começa nesta sexta (19) no Recife, no Chevrolet Hall. Desta vez, o grande destaque fica por conta de dois nomes importantes para a história do rock, o e o . Além deles, o evento dá espaço para novidades do pop brasileiro recente, como , e Babi Jacques e os Sicilianos. Ainda há ingressos à venda.

O Television é uma lenda dentro do rock. Sua estreia em disco, The Marquee Moon é tida como influenciadora do pós-punk dos anos 70 e 80. O álbum saiu em 1977 e foi chamado à época de arte-punk, por condensar referências literárias e de arte de vanguarda à sonoridade punk que explodia no Ocidente.

O grupo foi formado em 1973 e fez parte da cena punk de Nova York, ao lado de grupos como Ramones, Blondie, Patti Smith Group, Talking Heads, Modern Lovers, entre outros. A história desse período e a importância da banda para a música pop está muito bem documentada no livro Mate-Me Por Favor, de Larry “Legs” McNeil e Gilliam McCain, lançado por aqui pela Conrad.

A vinda do Television ao Brasil é um momento para não se perder já que a banda é um dos casos raros em que a formação foi praticamente mantida. O líder Tom Verlaine segue nos vocais e guitarra, Billy Ficca na bateria, Fred Smith no baixo e o novato Jimmy Rip, na guitarra. Outro membro da banda, Richard Lloyd saiu do grupo em 2007 e Richard Hell ainda em 1975, para se dedicar a seus outros projetos.

O show no Abril Pro Rock traz a expectativa de músicas inéditas, já que a banda anunciou que está finalizando um novo disco, como afirmaram em entrevista à MTV.

Dead Kennedys sem Jello Biafra, mas com mesmo peso (Divulgação)

Dead Kennedys sem Jello Biafra, mas com mesmo peso (Divulgação)

Punk rock hardcore etc
Outra espera que causa bastante expectativa neste Abril Pro Rock é o show do Dead Kennedys, banda seminal para o punk hardcore politizado que explodiu nos EUA nos anos 1980. O grupo chega sem seu líder e fundador, Jello Biafra, mas promete o mesmo peso com o vocalista novato Ron “Skip” Greer.

A banda se apresenta no chamado “dia do metal” do Abril Pro Rock, ainda que tenha um público bastante distinto de metaleiros. Formada em 1978 na Califórnia, o Dead Kennedys misturaram surf music, psicodelia, rock de garagem e rockabilly, Em 1980 veio o clássico Fresh Fruit For Rotten Vegetables, considerado um dos mais importantes discos do hardcore e tido como “revolucionário” à época.

O álbum acabou definindo o som do grupo para os lançamentos posteriores: sujo, rápido, vocais agressivos. É bom ir preparado para rodas de pogo épicas no Abril Pro Rock.

Siba encerra ciclo de sucesso (Foto: Caroline Bittencourt/Divulgação)

Siba encerra ciclo de sucesso (Foto: Caroline Bittencourt/Divulgação)

Novidades e medalhões
O Abril Pro Rock ainda aposta em novidades do pop. Silva lança seu disco de estreia Claridão, bastante elogiado ano passado. Já Babi Jaques e Os Sicilianos e o cantor Tagore são apostas da cena recifense atual. O evento traz ainda medalhões, como Marcelo Jeneci, que prepara disco novo para este ano, Siba, que ainda aproveita o bom momento de seu álbum Avante. Por fim, Móveis Coloniais de Acaju, um dos grupos independentes com maior número de fãs no Brasil, retorna à cidade.

No sábado, além do Dead Kennedys, o destaque fica com o Devotos, Krisium e André Matos, que prometem levar grande público ao Chevrolet Hall.

Os ingressos custam R$ 40 + 1 kg de alimento (entrada social), R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia). À venda no Chevrolet Hall e Lojas Renner.

Tudo pronto já! (Foto: Paulo André via Facebook)

Tudo pronto já! (Foto: Paulo André via Facebook)

Veja a programação completa

Sexta (abertura dos portões às 20h)
Tagore (PE)
Babi Jaques & Os Sicilianos (PE)
Silva (ES)
Volver (PE)
Television (EUA)
Marcelo Jeneci (SP)
Siba (PE)
Móveis Coloniais de Acaju (DF)

Sábado (abertura dos portões às 18h)
Vocífera (PE)
Kriver (PE)
Kataphero (RN)
Fang (EUA)
DFC (DF)
Devotos (PE)
Dead Kennedys (EUA)
Krisiun (RS)
Sodom (ALE)
André Matos (SP)

Sem mais artigos