(Foto: Divulgação)

O divulgou hoje as atrações da sua 16ª edição. Serão 25 bandas distribuídas em 3 palcos, nos dias 11, 12 e 27 de abril. Como já foi anunciado, este ano o evento entra numa nova fase. Além da mudança de local, do Pavilhão do Centro de Convenções para o Chevrolet Hall, a mais notável diferença são as atrações. Nomes como Violins (GO), Pata de Elefante (RS) e (PE), entre outros, mostram uma renovação da cena independente nacional. Entre as bandas nacionais, apesar das especulações da presença de Sonic Youth, foram confirmadas os americanos hardcore Bad Brains e os neo-zelandeses The Datsuns.

Para o produtor Paulo André, é difícil implementar essa renovação no Recife, dado a quantidade de shows gratuitos que acontecem na cidade. “Recife é a maior casa de show aberta no Brasil. Temos que trazer algo novo que motive a pessoa a pagar por um ingresso”, afirmou. Este ano, o foco é mesmo o rock, por isso foram abolidas experiências anteriores que traziam nomes como Mestres do Forró, Orquestra Contemporânea de Olinda, Lia de Itamaracá, entre outras. Até mesmo o tradicional dia do Metal foi alocado para o dia 27, quinze dias depois, com shows dos alemães Helloween e Gamma Ray.

Vitor
A mais curiosa atração é o pianista Vítor Araújo. O músico tem formação clássica, mas influências do rock indie. Na sua última apresentação no Teatro de Santa Isabel tocou o hit “Paranoid Android”, do Radiohead. Ainda não é certo como será seu show, mas é uma possibilidade que ele toque entre o público, no chão.

O gaúcho Wander Wildner mostra uma nova fase de sua carreira, abandondo o punk-brega que o tornou famoso. Outros gaúchos prestigiados na cena indie também se apresentam, o Superguidis, o Júpiter Maçã e o Pata de Elefante. Entre as pernambucanas, a Sweet Fanny Adams toca músicas que estarão em seu novo EP, pronto para sair em breve e o Project 666, banda de Olinda é uma das revelações entre os amantes do rock pesado.

Completam as novidades, a cantora , em sua primeira apresentação no Recife, Violins e Lobão. 10 bandas ainda serão confirmadas. Um concurso promovido pelo site Link Musical vai escolher 5 bandas do Nordeste e 5 de Pernambuco para se apresentar no festival.

Abrafin

Integrante da Associação Brasileira dos Festivais Independentes (Abrafin), o APR também promove a primeira reunião da entidade no Brasil. Com isso, recebe produtores de todos os principais eventos do país. Estão confirmadas as presenças do produtor Fabrício Nobre (MQN, Lucy and The Popsonics) e o representante do MySpace Brasil, Luiz Pimentel. O encontro abordará questões como produção de bandas, turnês, festivais e distribuição de música na web. Segunda-feira o festival divulga mais detalhes e programação das palestras.

Interpol e Mallu
Muitas especulações foram feitas sobre as atrações internacionais do Abril Pro Rock. Uma delas dizia que a banda americana Sonic Youth traria a turnê de 20 anos do disco Daydream Nation. O boato não se concretizou. Segundo a curadoria e o produtor Paulo André, duas bandas poderiam fazer shows aqui. O Interpol chegou a ser cogitado, mas o cachê pedido foi de R$ 100 mil. “Seria inviável apostar numa única banda com esse custo, sem saber se teríamos público para tanto”, disse PA. O hype Mallu Magalhães foi convidada, mas chegou a pedir uma exigência também inviável.

Confira a programação:

Sexta-Feira 11/04

21h – Abertura dos Portões

Palco 1
Mukeka di Rato (ES)
New York Dolls (EUA)
Bad Brains (EUA)

Palco 2
Project 666 (PE)
Zumbis do Espaço (SP)
Vamoz! (PE)

Palco 3
The Sinks (RN)
Banda do Link Musical

Sábado 12/04

Palco 1
Autoramas (RJ)
Júpiter Maçã (RS)
Céu (SP)
Wander Wildner (RS)
The Datsuns (Nova Zelândia)
Lobão (RJ)

Palco 2
Sweet Fanny Adams (PE)
Violins (GO)
Vitor Araújo (PE)
Rockassetes (SE)
Superguidis (RS)
Pata de Elefante (RS)

Palco 3
Banda do Link Musical
Erro de Transmissão (PE)
Barbiekill (RN)

Domingo 27/04
Helloween (ALE)
Gamma Ray (ALE)

Sem mais artigos