WELLINGTON SRBEK
Por Lidianne Andrade

Chega em 2010 nas livra­rias mais um clás­sico da lite­ra­tura bra­si­leira em adap­ta­ção para os qua­dri­nhos. Depois de Jorge Amado, Aluísio de Azevedo e Lima Barreto, che­gou a vez do mes­tre da meta­lin­gua­gem Machado de Assis ter sua obra ilus­trada, e a esco­lhida é nada menos que o clás­sico do der­ro­tismo Memórias Póstumas de Brás Cubas, com texto de Wellington Srbek e dese­nhos de J.B. Melado. A obra foi esco­lhida pelo pró­prio Wellington Srbek, autor conhe­cido no meio auto­ral e com uma pai­xão nada oculta pelo escri­tor. “Este foi um dos pri­mei­ros livros que me con­quis­tou quando ini­ci­ava minha pai­xão pela lite­ra­tura. Sempre pen­sava num livro que gos­ta­ria de adap­tar para os qua­dri­nhos, a obra-prima de Machado de Assis sur­gia no topo da lista”, conta Wellington.

B-13 Ultimato
Outra Vida
Première: Bande Ciné
+ Livros: Um Náufrago Que Ri, Comédias Brasileiras de Verão e O Garoto no Convés
+ Quadrinhos: Crise Final Especial e Garfield
+ Estilo: Nipón, Araras e Uhu!
Galeria: Entre Outros
Inédito: Vinis Mofados, por Ramon Mello
Revista O Grito! em São Paulo
Os Normais 2 — A Noite Mais Maluca de Todas
Joana Coccarelli: Eu Sou Você Daqui a Pouco

Sem mais artigos