RAGU 7 E OS QUADRINHOS UNIDOS
Por Paulo Floro

Quando surgiu, há quase dez anos, a revista em quadrinhos independente Ragú representava um espírito do tempo muito particular de sua cidade natal, Recife. Trazia nomes que mais tarde iriam despontar como os principais fomentadores das histórias gráficas na cidade. Fez sucesso e foi aos poucos se firmando como importante expoente dos – com a perdão do termo caduco – quadrinhos alternativos.

A Ragu que chega às livrarias este mês é parte de uma outra conjuntura, de um outro tempo. Uma edição volumosa, bem cuidada, luxuosa e com um leque de referências maior. Este número 7 traz autores de outros países da América Latina, revelando nomes desconhecidos entre os leitores daqui, como o argentino Ariel Lopez e o cubano Frank Arbelo.

Joana Coccarelli: Telepatia Sintética – Num futuro perto de você
Felipe Attie: Lembranças picotadas de uma noite de vômito, choro e insinuações
Harry Potter e o Enigma do Príncipe
Brüno
Nervoso e os Calmantes | Nervoso e os Calmantes
Entrevista: Nervoso e os Calmantes
Documentários Musicais
Obituário – John Hughes
Formaturas Infernais
André Dahmer
Paulo Bruscky
Entrevista: Fernanda Takai
Ragu 7
Quadrinhos Unidos

Sem mais artigos