Nos 70 anos de um dos maiores nomes da música pop ainda em atividade, decidimos comemorar com uma compilação de vídeos raros do músico. São sete preciosidades e um clássico, e nessa vastidão de coisas, convocamos vocês a encontrarem também seu próprio vídeo raro de Bob Dylan.

Ah, e todos sabem né? Dylan estará no festival SWU, até agora a maior razão para ir até o evento, que acontece em outubro em São Paulo.

Bob Dylan fala sobre Elis Regina em seu programa de rádio, The Time Radio Hour, que foi ao ar em 15 de junho de 2008. Ele a chama de “A Pimentinha”, ou “The Little Pepper”. Dylan Aquarela do Brasil. Por fim, conta uma mini biografia de Elis. “The Little Pepper was gone forever”, diz.

Famosa entrevista coletiva que um jovem Bob Dylan deu em São Francisco em 1965. Pedaços desse vídeo estão soltos pelo YouTube e são motivos de garimpo dos fãs do cantor por sua raridade. No clipe de qualidade não muito boa temos as famosas tiradas cômicas de Dylan. Quem sabe onde tem o vídeo completo?

Dylan dá uma entrevista para uma TV francesa, sobre seus discos clássicos como Blonde On Blonde. O clipe ainda traz trechos de suas apresentações para “Jokerman” e “Heart Of Mine”.

Bob Dylan apresenta “Knockin’ On Heaven’s Door”, na MTV, em 1995.

Versão animada de “Forever Young”, feita para o primeiro livro para crianças inspirado em canções de Bob Dylan e desenhado por Paul Rogers. Foi ao ar em 2008 pela rede de TV norte-americana CBS. Essa proposta nova, ao que parece, não teve uma boa repercussão. Já “Forever Young”, do álbum Planet Waves, de 1974, é uma das melhores baladas já feitas por Dylan.

Qualquer compilação com Dylan ou Beatles não pode deixar de incluir o clássico passeio de limusine onde John Lennon e Dylan batem um papo histórico. Este vídeo registra o encontro da banda inglesa com o cantor em 1966.

Trechos de um dos primeiros filmes de Dylan em Nova York. Mostra as gravações que ficariam depois conhecidas como “The Witmark Demos: 1962-1964 e seriam incluídas nas Bootleg Series.

E para finalizar, a difícil escolha de escolher um clássico do cantor. Ficamos com a não muito citada “Tangled Up In Blue”.

Sem mais artigos