Us

Estou em débito com os colaboradores. Desde de nosso primeiro número, encontramos pessoas dispostas a participar do projeto, compartilhar idéias ou mesmo criticar e nos ajudar a melhorar ainda mais a revista. Ainda é bastante difícil fechar a edição, mas sem os colaboradores, a revista nem respirava.

Breno Soares, colaborou com um pequeno texto sobre o Beck, na época do blog e desde então, prometia um novo texto pra gente. Agora, injetou ânimo na equipe como colaborador regular. É seu o texto sobre a Feist, nesta edição. Personagem múltipla, é difícil saber se a cantora canadense é um ícone do índie-rock ou uma cantora pop sofisticada. Não é coincidência, mas também é de Breno os perfis de cantoras, nas edições passadas, Diamanda Galás e Tori Amos.

A matéria sobre o Monstro do Pântano acabou entrando como capa, na edição final. Não se trata de uma simples crítica do livro A Saga do Monstro do Pântano, lançado pela Pixel, e sim, uma análise abalizada da importância do personagem nos quadrinhos. Malta é colaborador do Universo HQ e amigo antigo do Grito!. Foi dele a crítica do novo CD do Queens Of The Stone Age.

Cláudia Vital, cineclubista e jornalista, é o nosso suporte quando o assunto é cinema. Foi dela o texto de Truffaut, na edição retrasada e sobre Beto Brant na última. Vital escreveu sobre o livro da musa dos cines privé, Silvia Krystel, nesta edição. Cult e clássico, ao mesmo tempo inusitado.

Esta semana, o novo disco da Bebel Gilberto chega às lojas brasileiras, e junto com sua crítica, damos boas-vindas ao novo colab, Gilberto Tenório, jornalista recifense.

Para os que lêem estas linhas, boas idéias serão sempre bem-vindas. Sem contra-indicação e tals. A porta fica aberta o tempo todo em contato@revistaogrito.com. Prometemos não fazer do editorial um agradecimento de novo. Boa leitura.

Os Editores

[+] VEJA O ÍNDICE DESSA EDIÇÃO

Sem mais artigos