Já se tornou habituê. Costume local indissociável à cidade do Recife. Passadas as comilanças desmedidas do final de ano, eis que uma nova festa surge: o Janeiro de Grandes Espetáculos. E aqui as comemorações ganham contornos menos faustosos, agora expressos em palmas, assobios, gritos de bravo, barulhos de flash, entre tanta outras formas de demonstrar o prazer cênico de uma apresentação, ou mesmo o desprezo de um mau espetáculo.

A 14º edição do festival finalizou sua segunda semana com 30 apresentações e, a despeito do corre-corre para conseguir ingressos trouxe ótimas surpresas ao público. Algumas revistas, outras inéditas à platéia. Mas uma certeza pairou: uma curadoria em certa medida feliz permitiu que boa parte dos espetáculos estivessem sempre lotados.

O Janeiro tem seu grande ápice com a entrega do prêmio Apacepe de Teatro e Dança que acontece na quarta-feira, 23, às 19h, com entrada franca. Quem estiver presente poderá ver a atriz e cantora gaúcha Deborah Finocchiaro que apresenta o projeto solo Sobre Anjos & Grilos – O Universo de Mário Quintana. Quem se apresenta também é o cantor Carioca José Mauro Brant, que interpretou Frederico Garcia Lorca – Pequena Poema Infinito.

A seguir O GRITO! faz um pequeno apanhado do que melhor foi apresentado na última semana e mostra a listagem de indicados ao prêmio. Clique para ler a crítica completa de cada peça.

Corra
Uma encenação de proposta simples e bem executada. A idéia do grupo Magiluth de elaborar um espetáculo com base na teoria do caos se vale do básico para desenvolver o texto de Marcelo Oliveira.

Conceição
Nele o deleite visual, cênico e dramático são inevitáveis. A respeitosa consternação com o simbolismo máximo da fé consegue subverter até mesmo os mais céticos.

MEDÉAponto
Nas diversas manifestações artísticas ao longo do século XX podemos reconhecer um fascínio constante pelo sobrenatural, o surreal o fantástico. Em cada um, o semelhante prazer de corromper, ultrapassar, experimentar veículos de desregramento.

Veja também as críticas de:
Ópera
Maçã Caramelada
A Alma Imoral
A Obscena Senhora D.

Prêmio Apacepe de Teatro e Dança

DANÇA:

Melhor Espetáculo:

Conceição (Grupo Experimental)
Corpo-Massa: Pele e Ossos (Cia. Etc.)
DESencaminhado (Compassos Cia. de Danças)
Entre Nós (Cia. Vias da Dança)
Preto no Branco (Cia. de Dança Artefolia)

Melhor Bailarino:

Juan Guimarães (Conceição)
Juan Guimarães (Entre Nós)
Peterson Maia (DESencaminhado)
Ramon Milanez (Entre Nós)
Rodrigo Castelo Branco (Preto no Branco)

Melhor Bailarina:

Ana Emília Freire (Conceição)
Helijane Rocha (Conceição)
Januária Finizola (Entre Nós)
Patrícia Cruz (Recife – Paralelo 8)
Renata Lisboa (Conceição)

Melhor Trilha Sonora:

Ivaldo Mendonça (DESencaminhado)
Ivaldo Mendonça e Adriana Milet (Entre Nós)
Henrique Maia (Corpo-Massa: Pele e Ossos)
Luciano Oliveira (Preto no Branco)

Melhor Iluminação:

Beto Trindade (Conceição)
Eron Villar (DESencaminhado)
Martiniano Almeida (Entre Nós)
Saulo Uchôa e Sávio Uchôa (Corpo-Massa: Pele e Ossos)

Melhor Cenografia:

Luciana Padilha (Preto no Branco)
Marcondes Lima (Conceição)
Marcondes Lima (DESencaminhado)
Martiniano Almeida (Entre Nós)

Melhor Figurino:

Henrique Celibi (Recife – Paralelo 8)
Luciano Pontes (Negro de Estimação)
Marcondes Lima e Maria Agrelli (Conceição)
Marcondes Lima (DESencaminhado)

Melhor Coreografia:

Ivaldo Mendonça (DESencaminhado)
Ivaldo Mendonça (Entre Nós)
Ivaldo Mendonça, Célia Meira e Marília Rameh (Preto no Branco)
Mônica Lira (Conceição)
José W. Júnior, Marcelo Sena e Saulo Uchôa (Corpo-Massa: Pele e Ossos)

* Será entregue ainda um prêmio especial concedido pelo júri.

TEATRO PARA INFÂNCIA E JUVENTUDE:

Melhor Espetáculo:

Avoar (Página 21 & TTTrês Produções Artísticas)
Meu Reino Por Um Drama (Métron Produções)
Rififi no Picadeiro (Trupe Ensaia Aqui e Acolá)

Melhor Diretor(a):

Clara Camarotti & Viviane Bezerra (Rififi no Picadeiro)
Rubson Rufino (O Sumiço da Galinha Maristela)
Ruy Aguiar (Meu Reino Por Um Drama)

Melhor Ator:

Apenas uma indicação

Melhor Atriz:

Sem Indicação

Melhor Ator Coadjuvante:

Adriano Cabral (Meu Reino Por Um Drama)
Célio Pontes (Avoar)

Melhor Atriz Coadjuvante:

Ivone Cordeiro (Avoar)
Luciana Canti (Hipopocaré, o Rei da Galhofa)
Marília Mendes (Meu Reino Por Um Drama)
Regina Carmem (Meu Reino Por Um Drama)

Ator Revelação:

Apenas uma indicação

Melhor Sonoplastia:

Apenas uma indicação

Melhor Iluminação:

Apenas uma indicação

Melhor Cenário:

Jorge de Paula (Rififi no Picadeiro)
Marcondes Lima (A Flauta Mágica)
Marcondes Lima (Meu Reino por um Drama)

Melhor Figurino:

Marcondes Lima (A Flauta Mágica)
Marcondes Lima (Meu Reino Por Um Drama)
Marcondes Lima (Rififi no Picadeiro)

Melhor Maquiagem:

Marcondes Lima (A Flauta Mágica)
Marcondes Lima (Meu Reino Por Um Drama)
Marcondes Lima (Rififi no Picadeiro)

* Serão entregues ainda dois prêmios especiais concedidos pelo júri.

TEATRO ADULTO:

Melhor Espetáculo:

A Paixão e a Sina de Mateus e Catirina (Tropa do Balaco Baco & Equipe Teatral de Arcoverde)
Corra (Grupo MAGILUTH)
Ópera (Coletivo Angu de Teatro)

Melhor Diretor:

Camilo Cavalcanti (O Cão Sem Plumas)
Marcelo Oliveira (Corra)
Marcondes Lima (Ópera)
Romualdo Freitas (A Paixão e a Sina de Mateus e Catirina)

Melhor Ator:

Alfredo Borba (Maçã Caramelada)
Arilson Lopes (Ópera)
Fábio Caio (Ópera)
Gilberto Brito (O Palhaço Jurema e os Peixinhos Dourados)
Mário Arantes (A Paixão e a Sina de Mateus e Catirina)

Melhor Atriz:

Augusta Ferraz (MEDÉAponto)
Maria de Jesus Baccarelli (Os Desastres de Sofia)
Sonia Christnak (Lição de Botânica)

Melhor Ator Coadjuvante:

Adriano Cabral (O Bom Samaritano)
Edinaldo Ribeiro (Lição de Botânica)

Melhor Atriz Coadjuvante:

Andrêzza Alves (O Palhaço Jurema e os Peixinhos Dourados)
Leila Freitas (Os Desastres de Sofia)
Sandra Rino (Maçã Caramelada)

Ator Revelação:

Arthur Canavarro (Psicoses)
Lucas Torres (Corra)
Marcelo Oliveira (Corra)

Atriz Revelação:

Ana Dulce Pacheco (Psicoses)
Júlia Fontes (Corra)

Melhor Sonoplastia:

Anatálio Ferreira (Os Desastres de Sofia)
Henrique Macedo, André Brasileiro e Marcondes Lima (Ópera)
Hugo Souza (Corra)
Lula Moreira e Cacau Arcoverde (A Paixão e a Sina de Mateus e Catirina)
Zoca Madureira (O Cão Sem Plumas)

Melhor Iluminação:

Cleison Ramos e Diogo Barbosa (Atores da Noite)
Játhyles Miranda (Ópera)
O Poste Soluções Luminosas (O Cão Sem Plumas)
Pedro Vilela (Corra)
Saulo Uchôa (Os Desastres de Sofia)

Melhor Cenário:

Marcondes Lima (O Palhaço Jurema e Os Peixinhos Dourados)
Marcondes Lima (Ópera)
Romualdo Freitas (A Paixão e a Sina de Mateus e Catirina)

Melhor Figurino:

Marcondes Lima (MEDÉAponto)
Marcondes Lima (Ópera)
Pedro Gilberto (A Paixão e a Sina de Mateus e Catirina)

Melhor Maquiagem:

Marcondes Lima (Ópera)
Nani Mell (Lição de Botânica)
Pedro Gilberto (A Paixão e a Sina de Mateus e Catirina)

Sem mais artigos