POPPORN FESTIVAL
Por Juliana Dias
A cri­a­dora e uma das prin­ci­pais orga­ni­za­do­ras do evento, Suzy Capó, tran­sita pelo espaço para che­car se está tudo ok. Entre uma volta e outra, ela cedeu entre­vista para a Revista O Grito!. Depois de pas­sar por um ele­va­dor cheio de ade­si­vos a favor da ado­ção de ani­mais (a prin­ci­pal pro­posta do Matilha Cultural), Suzy nos indi­cou um lounge no quarto andar do pré­dio, onde tam­bém fun­ci­o­nava uma sala de cinema. Haviam alguns pufes rode­a­dos de revis­tas adul­tas, qua­dri­nhos eró­ti­cos e dese­nhos pornôs. Todo o acervo espa­lhado veio de uma mala achada em um depó­sito de um pré­dio de um amigo de um amigo da Suzy. E a dita mala estava lá, tam­bém exposta na parede. Foi naquele ambi­ente que ela, íntima com o gra­va­dor na mão, con­tou sobre a pro­du­ção do fes­ti­val e as care­ti­ces que ainda enfren­ta­mos hoje, espe­ci­al­mente na mídia.

MÚSICA
Crítica: Panda Bear, The Vaccines e Bon Iver
Conheça a Banda Uó
Fim do Silverchair

QUADRINHOS
+ Quadrinhos: Scott Pilgrim Vol. 3, Epic Mickey e Novos X-Men: Novos Mundos
Thor em lançamentos: Thor Renascer dos Deuses, Maiores Clássicos por Walt Simonson e Marvel + Aventura
Concurso Turma da Mônica Jovem

CINEMA
Entrevista Suzy Capó, do PopPorn Festival
Orgulho Nerd em vídeos
Faroeste Caboclo nas telonas

ARTES VISUAIS
Galeria: Mulheres Barbadas

OPINIÃO
De volta à Idade Média, por Ana Veloso
Luísa Marilac representa quem?

Sem mais artigos