O aniversário oficial é só em setembro, mas eu comemoro desde sempre o fato de o álbum mais lindo da década de 90 estar fazendo aniversário. Faz 10 aninhos que Chan Marshall se picotou inteira, jogou litros de álcool em cima, chorou toda a dor do mundo e imprimiu tudo isso em forma de disco. E me deu um presente pra vida inteira. Simplesmente não há mais bonita – nem voz, nem rosto, nem música, nem nada. Musa.

Sem mais artigos